MAIO – Mês do Iluminista Cultural – Passe Adiante!

Publicado 21/06/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 05 Maio Cultural, Eventos Sazonais

Inspirada por um grupo de Curitiba, a Iluminista Thaís trouxe para nosso grupo o Projeto Passe Adiante, neste mês que enfatizamos a Cultura.

A ideia de largar os livros por aí já existe há um tempo. Em 2001, foi lançado nos Estados Unidos o movimento BookCrossing, em que livros são deixados em lugares públicos para que os passantes leiam e depois os larguem em outro lugar. Em Londres, a prática também foi adotada, porém, com menos improviso. O London Book Project é um programa criado pelo metrô londrino no qual os livros são fornecidos pela própria empresa (ao invés de leitores voluntários) e são espalhados pelos assentos dos trens para acompanhar os leitores nas suas viagens. O leitor pode ficar com o livro quanto tempo quiser e pode levá-lo para onde bem entender, com a condição de que, ao término de sua leitura, deixe-o de volta no metrô.

Para encerrar o nosso Mês Cultural com Chave de Ouro fizemos as distribuições dos livros em diversos lugares da Cidade de Marília – SP.

Se vc encontrou um Livro com este Selo, vc foi presenteado pelo Grupo Iluministas! Pediamos que vc comente aqui como foi encontrar este livro, e o que achou do Projeto. E nos mande fotos de vc repassando novamente o livro, lembre-se que o objetivo é Passar Adiante!

MAIO – Mês do Iluminista Cultural – Virada Cultural 2011

Publicado 17/06/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 05 Maio Cultural, Eventos Sazonais

A Quarta edição da Virada Cultural em Marília e a quinta no estado de São Paulo, foi apreciada pelos Iluministas neste Mês da Cultura em nosso Grupo.

As atrações variadas, para todo tipo de gosto, enriquece agora as páginas de nosso blog, onde destacamos nosso desenvolvimento cutural no último dia 15 de maio.

A Virada Cultural que sempre foi uma tradição, este ano liberou os iluministas para escolherem as suas atrações favoritas.

COMIDA DOS ASTROS____________________________

InHAme iNhAmE…InHAme iNhAmE…InHAme iNhAmE…

Grupo de atores, cantores que aposta no humor refinado. O grupo é coordenado pelo ator Rony Cácio formado pelo curso de teatro da Universidade de Teatro da Bahia.

Comida dos Astros surgiu em 1998 para intervir com a comicidade da noite paulistana. Nele a dupla canta, dança e provoca o riso na platéia ao fazer paródias musicais utilizando a comida como ingrediente.

Elas ensinam uma receita toda através de ingredientes, como música , humor e gastronomia. E o trabalho final é bem engraçado! Eles têm até blog: o Rocamblog.

Veja uma apresentação deles disponibilizada no youtube semelhante a que foi apresentada na Virada Cultural.

Neste evento participaram: Alison MacMoraes, David Marcelino e Sylvio Henrique.

Serviço: http://www.comidadosastros.com.br/

Stund up – Gus Fernandes___________________

Gus Fernandes é natural de Jundiaí, cidade mais conhecida como a terra da uva e da vulva. Além de ator, cuja formação foi consolidada através de cursos de renome como Teatro Escola Célia Helena, Studio Beto Silveira, Oficina Teatral Denise Del Vecchio e Studio Fátima Toledo, Gus Fernandes é um humorista criativo, versátil, inteligente e com grande capacidade de improviso.

A versatilidade de Gus Fernandes se torna, facilmente, explícita no seu trabalho pois abrange desde o Stand-up Comedy – estilo mais conhecido como humor de cara limpa e sem qualquer tipo de adereços onde o humorista apresenta-se munido apenas de sua cara de pau, um microfone e uma boa idéia na cabeça – às esquetes, onde suas sátiras são incorporadas pelos mais hilários e criativos personagens.

A sua formação de ator favorece os dois estilos de comédia pois em ambas pode-se notar sua segurança no palco e sua capacidade de construção de textos irreverentes e de personagens sólidos. Gus Fernandes é um dos criadores do espetáculo Rashowbico, um show de humor onde atores apresentam personagens hilários. O show acontece semanalmente e vem, a cada dia, conquistando o carinho do público e também seu espaço nas noites paulistanas. Também faz parte do Segundas Cômicas, onde apresenta seus textos em forma de Stand-up Comedy ao lado de seus comparsas. Na mídia, apresentou-se no programa do Jô Soares, Pânico na rádio, Transalouca, programa SBT Realidade da Ana Paula Padrão, programa Mulheres, programa do Ronnie Von, “Câmera Café”, que era exibido no SBT, e do extinto quadro “Crash! Irritando os Famosos” , que era exibido no programa Superpop da REDETV, entre outros.

No teatro, apresenta-se ao lado da multimídia Nany People’ no espetáculo Nany People’ Salvou Meu Casamento que retrata de maneira bem humorada os pontos de divergências entre os casais desde o início do relacionamento até quando completam 60 anos de casados. O espetáculo é sucesso de crítica e público em São Paulo e também pelas 16 capitais por onde passou.

Fonte: www.standupcomedy.com.br/gusfernandes/

Neste evento participaram: David Marcelino

Serviço: www.gusfernandes.com

Dzi Croquettes___________________________________

Dzi Croquettes é um filme documentário brasileiro de 2009, dirigido por Tatiana Issa e Raphael Alvarez (Brasil, 2009). Com depoimentos de Liza Minnelli, Gilberto Gil, Nelson Motta, Pedro Cardoso, Miguel Falabella, Ney Matogrosso, Marília Pera, Cláudia Raia, entre outros. O documentário resgata a trajetória dos atores/bailarinos que se tornaram símbolos da contracultura ao confrontar a ditadura usando a ironia e a inteligência. Os espetáculos revolucionaram os palcos com performances de homens com barba cultivada e pernas cabeludas, que contrastavam com sapatos de salto alto e roupas femininas. O grupo se tornou um enorme mito na cena teatral brasileira e parisiense nos anos 70.

Neste evento participaram: Alison MacMoraes e Sylvio Henrique

FESTIVAL DO MINUTO____________________________

No ultimo dia do evento cultural, os iluministas puderam acompanhar o Festival do Minuto, que são videos curtos de 1 minuto. São Curtas que mostram qualquer coisa que você quiser. E não foi muito apreciado pelos iluministas participantes não. Poderia ser melhor elaborado.

Neste evento participaram: Alison MacMoraes e Sylvio Henrique

 

MAIO – Mês do Iluminista Cultural – Hannover Chamber Orchestra

Publicado 14/06/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 05 Maio Cultural, Eventos Sazonais

No dia 12 de maio, às 20h, no Teatro do SESI Marília uma das mais antigas orquestras de câmara alemãs fez mais uma de suas belas apresentações, a Hannover Chamber Orchestra. Perfeição técnica e um grande entusiasmo para a música de Câmara são suas marcas registradas.

A Hannover Chamber Orchestra foi fundada em 1964 e, atualmente, é composta por cerca de 12 músicos renomados, dos quais muitos têm recebido prêmios em diversas competições e também alguns atuam como solistas.

Uma das mais antigas orquestras de câmara alemãs, ela se apresenta constantemente em famosos festivais internacionais, com destaque para Lower Saxony Musical Days, São Paulo Music Festival, Londrina Music Festival, The Braunschweig Chamber Music Event, Flaniéres Musicals Reims e Mosel Festival weeks.

Ao som de grandes obras de Mozart à Vivaldi, a Hannover Chamber Orchestra tornou a noite mariliense mais agradável. Uma bela iniciativa do SESI em proporcionar horas de cultura em alto nível à população. Embora as preferências musicais do público sejam bem diferenciadas e plurais, foi consensual o gosto pela qualidade e vivacidade colocada pela orquestra por meio de mãos tão talentosas.

O repertório do grupo alemão, com 47 anos de história, contemplará obras do austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, dos italianos Antonio Lucio Vivaldi, Tomaso Antonio Vitali e Ottorino Respighi, e dos poloneses Henryk Mikolaj Górecki e Henryk Czyz.

O concerto fez parte da série Internacional, que trará grupos de câmara e orquestras de cordas das melhores salas de concertos do mundo. Formações musicais, como orquestras de câmara, quintetos e trios da Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, França, Holanda, Itália, Polônia integram a programação.

Estiveram presentes: Alison MacMoraes e Sylvio Henrique.

MAIO – Mês do Iluminista Cultural

Publicado 13/06/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 05 Maio Cultural, Eventos Sazonais


O Dicionário Priberam elenca como sétimo significado da palavra Cultura a Instrução, o Saber e o Estudo.  A importância da Cultura na vida das pessoas é tamanha que o Ministério da Cultura implementa projetos de inclusão social no desenvolvimento da cultura individual. Programas como o Vale cultura e a inclusão de Cultura na Carta Magna entre os diretos do cidadão brasileiro.

O Desenvolvimento Pessoal se torna egocêntrico quando não é incluído nele o desenvolvimento do individuo na sociedade. Como um dos principais fatores de preconceitos e ignorância do ser humano, o etnocentrismo é uma barreira a ser quebra pelo Desenvolvimento Cultural do indivíduo.

A Inclusão em culturas diversas expande os horizontes, amplificando a visão e dando proporções maiores ao individuo que ganha conhecimento e liberdade dentro de um contexto criativo, evolutivo e conceitual. Falar sobre a vida do homem para o individuo que é culturalmente evoluído é mais aprimorado dada bagagem de conhecimento e vivencia adquirida deste último.

Principalmente quando ele se abre e permite que a Cultura mude sua vida, ele será completo e por isso Feliz. Quando ele é limitado a sua cultura, ou a uma cultura determinada ele certamente será intolerante e não compreenderá os outros povos, as outras pessoas… ele não compreende o Mundo. Tanta ignorância é ingrediente propício para o cultivo de incompreenção e intolerância.

Maio é o mês determinado aos Iluministas, a ordem é que busquem expandir a sua cultura, nada abre tanto a mente e diverte como o Desenvolvimento Cultural. Busquem não a cultura que você já pratica todo dia, busque principalmente aquela que você ainda não conhece.

Pratique a Cultura, não só em Maio, mas o ano todo!

Cisne Negro – Reunião 20/04/2011

Publicado 08/06/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 13 Cisne Negro

“Um filme que mostra como o ser humano pode ser moldado por valores e desejos de seu meio, muitas vezes não vivendo sua própria história.” Alexandra de Souza

“Uma obra de arte que se revela de varias formas, o desconstrutivismo da perfeição e seus males.” Alison MacMoraes

“O filme aborda a necessidade de se eliminar fantasmas que vão sendo criados ao longo de nossa vida, por mais traumático que possa ser.” Leandro Teixeira

“Um filme que revela a Paixão para além da loucura, nos limites da perfeição”. Sylvio Henrique

_________________________________________________________

As Metaforas da vida de Nina Sayers saindo da vida infantil com a vida adulta foram expostas no inicio da Reunião.

Como toda obra de arte, o Filme Cisne Negro de Darren Aronofsky, abre ao espectador as infinitas possibilidades de interpretações.

Duas destas interpretações foram apresentadas inicialmente e que basearam o começo das discussões: Nina enlouquecendo com a pressão acumulando as doenças mentais e culminando com o final trágico. E Nina desenlouquecendo confrontando todas as crises existenciais de seu desenvolvimento em meio a pressão absoluta da menina que se torna mulher.

Nina X Mãe

“Eu larguei tudo para ter você”

Como é a sua relação com a sua mãe? O comodismo de permitir que sua mãe lhe mantenha numa redoma, transtornando a vida dela numa obsessão incontrolável ao ponto de lhe vigiar cada passo, vai prejudicar o momento do parto. Ela vai sofrer as dores e você irá se assustar.

Como é a relação com seu filho? Ter um filho não é para satisfazer os desejos dos pais. Não se poder ter filho por motivos errados, como companhia, segurar casamento, realizar os sonhos dos pais e outros. Filho é outra pessoa, deve se ter um filho pelo prazer de dar vida a um ser. Não interfira no casulo como diz a Parábola da Borboleta.

Chegou a hora de romper o cordão umbilical. Nina está pronta pra vida adulta que envolve sexualidade e os outros temas que vem a tona durante o filme. Por isso a mãe chora.

Os Males de Nina

Trabalhar, conquistar o objetivo e a PERFEIÇÃO. Bulimia, histeria, inercia, anorexia, TOC, cleptomania, esquizofrenia, estresse, depressão, rebeldia e todas as crises psicossomáticas desconstruindo uma personalidade e montando outra. Na verdade tudo é uma metáfora do que vinha a tona para o rompimento com a vida infantil, da dependência da mãe. A todo o momento vai ser refletido pelo seu espelho todo sofrimento do desabrochar de uma borboleta… aquela da Parábola.

Não adianta projetar as tensões e crises na figura de uma outra pessoa, mesmo que ela não exista, já que é muito mais fácil acreditar que os problemas sairão se tirar esta pessoa do caminho.

Os Limites de Nina

“A única pessoa que está no seu caminho é você mesma!”

Somos os nossos próprios limitadores. Se eu digo que é até aqui que eu vou… eu não vou além…. e só vivo aquilo.

O saldo disso vai depender de como a pessoa consegue chegar ao fim do processo. É um processo! Quando você mira num objetivo muito alto… ser a estrela … é um objetivo quase inalcançável. É um processo meio traumático, tem que ponderar aquilo que você também vai abrindo mão em prol de conquista-lo.

É logico que, digamos que ela está desenlouquecendo, se você vive numa situação de tanta limitação que você estaria alienado, a partir do momento em que se sai do casulo, vai dar uma impressão de que você está enlouquecendo… e as vezes você está mesmo. A cabeça não suporta.

Há casos famosos de jovens surtando sob pressão como Ronaldinho na copa de 98.

A Perfeição de Nina

Esportistas normalmente enfrentam esse tipo de ambiente de pressão e dedicação extrema, assim como no Ballet, é uma vida de busca pela PERFEIÇÃO.

O que é a perfeição? Tem que ser sempre com Perfeição?

É um estado que não se tira, altera ou modifica, basta deixar como estar.

perfeição s. f.

  1. Ato de acabar ou aperfeiçoar alguma coisa.
  2. O grau de excelência, bondade ou beleza a que pode chegar alguma coisa.

Uma vida muito regrada em uma atividade objetivo [1]. Mas numa vida sem qualidade, uma vez que não vive, pois se dedica apenas a uma coisa. O resultado é realmente perfeito [2]. Entretanto, o resultado de UMA coisa é perfeito, mas do resto da vida o resultado se não for desastroso será no mínimo pouco saudável.

Assim como as Modelos, que acabam na anorexia e bulimia, por que elas precisam ser magras…. precisam ser magras… olham-se no espelho e se veem gordas. Chegam num ponto que ficam feias e deixam de ser ‘modelos’, viram cabides. Assim como Nina se torna cisne. Nos dois casos o Grau de Excelência na representação do seu papel é alcançado.

Seria a Perfeição um mal? Ou dogma distorcido por fanáticos?

No dia a dia as pessoas constroem muitos padrões de perfeição.

Normalmente perfeccionista é sempre estressado, pois as coisas sempre tem algum erro. Daí quer-se ser perfeccionista e acaba morrendo de raiva. Sendo que o pior num é se esforçar pra fazer o melhor e não conseguir, mas sim ver aquele que fez tudo de qualquer jeito sem pressão sem correria conseguir o mesmo resultado que você, senão melhor. E a frustração de ver que a pessoa sem regra nenhuma está lá na sua frente.

E a família perfeita? A pressão da família por uma família perfeita sempre leva ao fim desta muitas vezes tragicamente. Há famílias perfeitas fora do padrão pré estabelecido  de perfeição social. A Família Perfeita é uma família que é realmente feliz, e não uma que é feliz pra ser perfeita.

A casa é perfeita no momento da compra, mas quando  você mora nela por um tempo, começa se achar defeitos, você começa a desgostar da casa devido a insatisfação de buscar deixa-la perfeita.

A perfeição não existe, é um sentimento negativista, pois a perfeição é paradoxalmente uma coisa falha! A pessoa perfeccionista está sempre buscando erros para corrigi-los. Ela é negativa, ansiosa e estressada e consequentemente depressiva por buscar uma coisa que nunca vai alcançar, pelas frustrações cotidianas e insatisfação constante.

A perfeição é algo muito consumista vista em outdoors das grandes marcas dizendo que tem que ter o original ou nada. Ou então numa propaganda de shampoo estampando o padrão de beleza que alcançou a perfeição [2] com aquele produto.

Ou seja, vende-se o padrão (a perfeição), as pessoas consomem este veneno sofrem os males, depois vem e vendem-se os remédios. Circulo vicioso maligno que gera lucratividade a algumas pessoas. A perfeição é um produto, um veneno.

Para completar, são frágeis as perfeições, já que não se podem ser usadas para que não saiam daquele grau em que se conseguiu chegar, pois quebraria a perfeição.

É possível abandonar o vício, Andrea (Anne Hathaway) em O Diabo Veste Prada ao se ver padronizada no mundo de perfeição de Miranda (Meryl Streep), vira as costas a sua chefe e joga o telefone celular na fonte deixando o recado:

Não! Eu não preciso deste tipo de Perfeição!

Todos podemos dizer isso também!

Essa reunião foi realizada no dia 20/04/11 ás 21h na casa do Sylvio. A Reunião Perfeita!.

Estiveram presentes: Alexandra Vaccari, Alison MacMoraes, Leandro Teixeira e Sylvio Henrique.

******************************************************************************

Mas o debate não precisa terminar!!! COMENTE, e inclua seu ponto de vista ao nosso. Conhecimentos sempre podem ser aprimorados!!

****************************************************************

Cisne Negro – Produção de Arte

Publicado 27/05/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 13 Cisne Negro, Produção de Arte

O símbolo para Tema foi basicamente baseado em uma das capas do filme.

Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura européia do século XIX. O nome do movimento é derivado da obra Impressão, nascer do sol (1872), de Claude Monet,um dos maiores pintores que já usou o impressionismo.

Os autores impressionistas não mais se preocupavam com os preceitos do Realismo ou da academia. A busca pelos elementos fundamentais de cada arte levou os pintores impressionistas a pesquisar a produção pictórica não mais interessados em temáticas nobres ou no retrato fiel da realidade, mas em ver o quadro como obra em si mesma. A luz e o movimento utilizando pinceladas soltas tornam-se o principal elemento da pintura, sendo que geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as variações de cores da natureza.

Entre os principais expoentes do Impressionismo estão Claude Monet, Edouard Manet, Edgar Degas e Auguste Renoir . Poderemos dizer ainda que Claude Monet foi um dos maiores artistas da pintura impressionista da época.

Orientações Gerais que caracterizam o impressionista:

  • Rompe completamente com o passado.
  • Inicia pesquisas sobre a óptica / efeitos (ilusões) ópticas.
  • É contra a cultura tradicional.
  • Pertence a um grupo individualizado.
  • Falam de arte, sociedade, etc: não concordam com as mesmas coisas porém discordam do mesmo.

Vão pintar para o exterior, algo bastante mais fácil com a evolução da indústria, nomeadamente, telas com mais formatos, tubos com as tintas, entre outras coisas.

Os efeitos ópticos descobertos pela pesquisa fotográfica, sobre a composição de cores e a formação de imagens na retina do observador, influenciaram profundamente as técnicas de pintura dos impressionistas.

Eles não mais misturavam as tintas na tela, a fim de obter diferentes cores, mas utilizavam pinceladas de cores puras que colocadas uma ao lado da outra, são misturadas pelos olhos do observador, durante o processo de formação da imagem.

Edgar Hilaire Germain Degas (Paris, 19 de julho de 1834 — Paris, 27 de Setembro, 1917) foi um gravurista, pintor e escultor francês. Embora seja muito conhecido pelas suas pinturas, majoritariamente de carisma impressionista, é igualmente relembrado como gravurista. Muitos dos seus trabalhos se conservam hoje no Museu de Orsay, na cidade de Paris, onde o artista nasceu e faleceu.

As famosas bailarinas que o tornaram um pintor de renome. Desta série que perdurou ao longo do final do seu glorioso percurso artístico, as mais famosas pinturas são, sem dúvida, A primeira bailarina e A aula de dança. Nestes trabalhos o francês aplicou-se vivamente nos tons vibrantes, que vigoraram vulgarmente ao longo da sua vida. Porém, durante este período os seus trabalhos tornaram-se muito expressivos, alarmantes, assustadores. Veja-se o caso do primeiro. A bailarina parece que voa e o ambiente em torno dela é inspirador e implacável. Um quadro vivo, uma obra-prima inquestionável, e brilha em nosso Background.


Cisne Negro – Resumo

Publicado 25/05/2011 por AL MacMoraes
Categorias: 13 Cisne Negro, Temas, Videos

Cisne Negro‘ é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpreta por Mila Kunis. Dirigido por Darren Aronofsky (O Lutador, Fonte da Vida), Cisne Negro faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita.

____________________________________________________________________________________________________

CRITICA

Desorientador! É assim que defino Cisne Negro, filme do diretor de Réquiem Para Um Sonho e O LutadorDarren Aronofsky, que acaba de estrear no Brasil.

Cisne Negro conta a história de Nina (Natalie Portman), uma bailarina profissional de uma cia de ballet de Nova Iorque, que consegue o papel principal para uma nova versão do ballet ‘O Lago dos Cisnes‘, de Tchaikovsky. Nessa nova versão, a bailarina terá que ser capaz de interpretar Odete e Odile, o Cisne Branco e o Negro, encarnar o bem e o mal.

Aparentemente um tema comum escrevendo em poucas linhas, mas ao entrar no mundo de Nina, um mundo sufocado pela superproteção da mãe, mergulhamos em tormentas psicológicas pela busca constante da superação e da perfeição. Ao som carregado de emoções de Tchaikovsky e em imagens, que variam entre o preto e o branco e sua junção, nos deparamos com um real alucinado, com sentimentos guardados e prontos para explodir.

No desenrolar do filme, é perceptível que a redoma que envolve Nina é tão frágil quanto o seu exterior pueril e virgem, que desmorona com a aparição de suas obsessões e fantasias. Natalie Portman consegue nos envolver em sua atuação, sem exageros, perfeita.

Mas não só Portman brilha em Cisne Negro. O elenco parece-me que foi escolhido a dedo. Vemos uma Mila Kunis, deixando para trás That ’70s Show, uma Winona Ryder, como uma famosa bailarina decadente, que sempre foi o espelho e exemplo de Nina, e Vincent Cassel, o coreógrafo, que seduz e induz suas bailarinas a ultrapassarem seus limites.

Cisne Negro atormenta ao mostrar, pelo mundo do balé, sonhos, desejos reprimidos, emoções, atitudes sombrias. A fala dita pelo personagem de Cassel, “Perfeição não significa apenas controle, mas também se soltar. Surpreender a si mesma, a plateia…”, fixa na mente, pois se encaixa em qualquer situação e nos faz pensar no branco e negro dentro de cada um de nós.

Crítica por: Mariana Valadares Zitto 

Fonte: http://www.cinepop.com.br/criticas/cisne-negro_101.htm

“A unica pessoa que está no seu caminho é você mesma!”